Notícias
Aplicação do Botox

O que é o botox (toxina botulínica)?

O botox, cujo nome técnico é toxina botulínica, é produzido por uma bactéria que causa uma doença chamada botulismo. Entretanto, os pacientes podem ficar despreocupados, já que a toxina botulínica usada para fins estéticos é purificada e utilizada em doses específicas e seguras.

Como funciona o botox?

O botox promove um efeito tensor sob a pele e age como um bloqueador neuromuscular, impedindo a transmissão de estímulo dos neurônios para os músculos. Isso faz com que a contração muscular seja interrompida, parcial ou totalmente. O bloqueio não pode ser revertido, mas é temporário, já que o organismo constrói novas vias de transmissão.

Este procedimento pode ser feito para correção de rugas e marcas de expressão e realmente tem eficácia comprovada, por isso é tão famoso. Os pacientes podem optar pela aplicação da toxina de forma preventiva ou para reparação.

Entretanto, o botox não serve apenas para fins estéticos, pelo contrário, várias pessoas procuram o método para uso terapêutico em casos de hiperidrose (suor excessivo), bexiga hiperativa, enxaqueca, estrabismo, entre outros.

Como o botox é aplicado?

A toxina botulínica é injetável e deve ser aplicada por um profissional especializado, que irá identificar as terminações nervosas das regiões escolhidas. Não é feito o uso de anestésicos, já que o paciente não sente dor, apenas as pequenas picadas da agulha. Também não há a incidência de cicatrizes.

O efeito é temporário e a duração dele varia de paciente para paciente. Então, é necessário que novas aplicações sejam feitas para a manutenção dos resultados.

Pré-requisitos e contraindicações

Não há muitos pré-requisitos para a aplicação do botox, basta ter acima de 18 anos. Nos casos terapêuticos, é preciso a prescrição do médico responsável.

As contraindicações também são mínimas, entretanto, por se tratar de um medicamento, há algumas exceções:

  • pessoas alérgicas a qualquer componente do botox;
  • gestantes ou mulheres em período de amamentação;
  • portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopáticas;
  • pacientes que fazem uso de medicamentos específicos, como anticoagulantes e aminoglicosídeos.

Procure um profissional de cirurgia plástica

Assim como qualquer outro tratamento, seja estético ou clínico, a aplicação da toxina botulínica deve ser avaliada por um profissional de cirurgia plástica. É feita uma análise do local escolhido e o médico deverá determinar a melhor forma de realizar este procedimento, bem como a dose a ser utilizada.

A Dra. Beatriz Medina é cirurgiã plástica e atende no Rio de Janeiro, no bairro da Barra da Tijuca, e em Niterói.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente