Notícias
Mulher com fita métrica em volta do corpo | Como funciona a criolipólise para amenizar a gordura localizada?

Como funciona a criolipólise para amenizar a gordura localizada?

A criolipólise ganhou fama após muitas atrizes e famosas declararem que realizam o tratamento em busca da redução da gordura localizada. Mesmo com uma dieta equilibrada e a prática de exercícios físicos, algumas pessoas sentem a necessidade de complementá-los com procedimento estéticos que ajudam a acelerar o processo de emagrecimento. Conheça melhor a criolipólise e como ela pode te ajudar a espantar as temidas gorduras localizadas.

O que é criolipólise?

A criolipólise é um procedimento estético não invasivo capaz de realizar um congelamento das células de gordura. O aparelho emite altas temperaturas negativas que ajudam a eliminar a gordura localizada.

Como funciona a criolipólise?

O profissional acopla o aparelho à região que será tratada, de modo que a ponteira realize uma espécie de vácuo que faz a sucção da pele e da gordura localizada. Os adipócitos, chamados de células de gordura, se rompem facilmente quando entram em contato com baixas temperaturas e não voltam a aparecer. As células que sofreram congelamento serão expelidas pelo próprio organismo. Esse processo pode demorar até 90 dias, mas dependendo dos hábitos alimentares e da prática de exercícios físicos realizados pela paciente, percebe-se a diminuição de medidas até mesmo em 30 dias.

Quem pode fazer criolipólise?

A criolipólise é indicada para as pessoas que, mesmo com alimentação regrada e a prática de exercícios físicos, não conseguem acabar com a gordura localizada. O procedimento não é indicado para quem está acima do peso, já que não é capaz de promover o emagrecimento.

Quem não pode fazer a criolipólise?

O procedimento não é indicado para obesos, gestantes ou lactantes, menores de 18 anos e pessoas que apresentam flacidez intensa, presença de pruridos ou dermatite, urticária, cicatriz recente e feridas na região a ser tratada.

Criolipólise dói?

A sensibilidade varia de pessoa para pessoa, porém muitas pacientes que já realizaram o procedimento dizem sentir como se fosse um beliscão na região onde o aparelho faz a sucção da gordura. Contudo, a criolipólise não demanda o uso de anestesias.

Quanto tempo dura uma sessão de criolipólise?

A sessão de criolipólise dura cerca de uma hora, e pode ser feita em mais de uma região no mesmo dia. Em geral, são indicadas de uma a três sessões com intervalos de dois meses.

Como fica a pele após a criolipólise?

Depois do procedimento, a pele pode ficar avermelhada e a região apresentar inchaço. É importante seguir as recomendações do profissional. Em caso de dor, pode-se fazer uso de analgésicos.

Em quais partes do corpo a criolipólise pode ser feita?

A criolipólise pode ser feita nas partes do corpo que se adaptem as ponteiras. As regiões mais indicadas são abdômen, coxas, bumbum, costas, quadril, joelhos e interior dos braços e coxas.

Quem pode aplicar a criolipólise?

A criolipólise pode ser aplicada por fisioterapeutas, desde que um médico especializado acompanhe o procedimento.

A Dra. Beatriz Medina realiza cirurgia plástica no Rio de Janeiro e, em conjunto com fisioterapeutas e enfermeiras, também oferece procedimentos estéticos como a criolipólise em seus consultórios na Barra da Tijuca e em Niterói. Agende uma consulta.

Deixe um comentário!

0 Comentários

Comente